mudanças climáticas

Veja quais são os impactos das mudanças climáticas na agricultura!

O excesso ou a falta de chuvas, a incidência de calor escaldante, os problemas fitossanitários… As mudanças climáticas estão cada vez mais presentes no dia a dia de todos e os seus impactos são percebidos principalmente na agricultura.

Quem trabalha com essa atividade interage ainda mais de perto com as alterações que são geradas. Na realidade, a gestão do clima pode ajudar no planejamento de safra, especialmente para definir quais são as melhores épocas para executar cada etapa e aproveitar melhor as sazonalidades.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, não perca mais tempo e venha conferir agora mesmo!

Quais são as principais causas das mudanças climáticas?

As mudanças climáticas são as alterações que acabam acontecendo nos chamados padrões climáticos, que costumam se repetir ao longo do tempo. No entanto, com os impactos ambientais sofridos nos últimos anos, temos experimentado expressivas alternâncias meteorológicas, como chuvas em excesso em períodos indevidos ou secas rigorosas, por exemplo.

As principais causas desses novos eventos são ou alterações naturais, que ocorrem de tempos em tempos por processos normais do meio ambiente ou mudanças provocadas pelas consequências das ações humanas. Em geral, esse último fenômeno acaba incidindo uma velocidade muito maior na maneira como o clima se modifica.

Por que é importante estar atento a elas?

É muito importante se manter atento a essas alterações para que fazendas e cooperativas possam continuar atingindo bons resultados ao longo do tempo. Além disso, entender o comportamento do meio ambiente é primordial para conseguir contornar mesmo esses eventos mais inesperados.

No planejamento, é preciso incluir os imprevistos prováveis e se preparar para eles. Se a previsão é de um longo período de estiagem, por exemplo, e a propriedade entende, e considera isso, ela ainda tem uma chance de se preparar e responder às condições propostas.

Isso diminui a vulnerabilidade das lavouras e garante um desempenho um pouco mais estável, principalmente contra aqueles fatores que não podem ser controlados, como as mudanças climáticas.

Muitas vezes, para enxergar o cenário como um todo e tomar as melhores decisões, é preciso contar com a ajuda de um software e outras ferramentas tecnológicas que contribuam não só para o monitoramento da lavoura, mas também para a geração de dados estratégicos — é a modernização da agricultura.

Que impactos essas mudanças podem provocar na agricultura?

Na agricultura, grandes áreas dependem de forma direta das variações naturais de chuva para serem irrigadas. Apenas uma pequena parcela conta com irrigação constante durante todo o ano. Logo, quanto mais alterações climáticas, menor é a disponibilidade desse recurso para a utilização na atividade agrícola, o que afeta a sua produtividade.

Além disso, existem outros impactos que merecem atenção no segmento:

  • a maior incidência de desastres naturais (secas, geadas, alagamentos…);
  • a extremidade de temperaturas (baixas e altas), inclusive durante um único dia;
  • a intensificação da ocorrência de pragas e doenças, além do aumento da sua severidade;
  • a maior concentração de chuvas em períodos limitados.

Com tudo isso, a agricultura brasileira já vem, inevitavelmente, experimentando mudanças expressivas. A redução geral da produtividade das lavouras é uma delas. Além disso, com esse tipo de impacto, as áreas destinadas para determinados cultivos também vêm diminuindo.

Por essa razão, é cada vez mais importante investir em práticas e inovações que ajudem a combater as consequências e os impactos das mudanças climáticas provocadas, principalmente, pela ação do homem. Só assim é possível mitigar os riscos aos quais as propriedades estão expostas por causa dos fatores de ordem natural.

Como a gestão do clima pode ajudar a se planejar?

Na realidade, existem muitas medidas que podem ser adotadas pelas propriedades para reduzir os impactos causados pelas mudanças climáticas. De certa maneira, é um meio de se adaptar e contornar as condições desfavoráveis a uma boa produção.

Algumas práticas agrícolas podem reduzir a emissão de gases poluentes, otimizar o uso do solo, enquanto outras aproveitam melhor o manejo das culturas e assim sucessivamente. É claro que também é importante adotar ações para reduzir os impactos provocados pela atividade, como:

  • o uso racional e sustentável da água;
  • o adequado manejo de pragas e doenças;
  • a recuperação de Áreas de Preservação e de Reservas Legais;
  • a criação de sistemas agroflorestais;
  • a priorização do bem-estar animal.

Além disso, existem outros problemas que podem ser evitados a partir de uma boa gestão:

  • problemas fitossanitários — é preciso fazer o melhor manejo das culturas, pois as doenças e pragas poderão atacar em diferentes épocas do ano;
  • zoneamento climático — assim como algumas áreas são próprias para determinados cultivos, em pouco tempo, será preciso remanejar algumas culturas;
  • eventos extremos — as ondas de calor, os veranicos, as chuvas e os ventos intensos também merecem atenção redobrada, especialmente por acontecerem fora de época.

Qual solução tecnológica usar para isso?

Muitas são as ferramentas tecnológicas disponíveis atualmente para reforçar esse tipo de cuidado com a sua fazenda. Como você já deve estar acompanhando, as inovações não param de surgir, desde os sistemas mais robustos de gestão até o uso de máquinas automatizadas ou drones, por exemplo, todas ajudam a aperfeiçoar a atividade agrícola.

No entanto, se você quer ir além disso e contar com um parceiro realmente eficiente para encarar qualquer mudança climática que possa estar prestes a aparecer, você vai gostar de conhecer o Adama Clima. Essa é a melhor solução para ter ao seu lado em qualquer época do ano.

Trata-se de estações meteorológicas que são instaladas nas propriedades, usadas principalmente para captar e armazenar dados históricos de chuvas e de temperatura. Todas as informações que são captadas por esse tipo de sistema são enviadas para dispositivos móveis, podendo ser acessadas online.

Tudo isso contribui para que o produtor possa tomar as melhores decisões com base em informações reais e atualizadas sobre a sua propriedade. Isso permite ter acesso às previsões do que pode ser esperado para os próximos dias, o que facilita muito na hora de escolher como proceder em relação às culturas.

Se você gostou de saber mais sobre as mudanças climáticas, não guarde essas informações só para você. Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.