gestão do clima

Qual é a importância da gestão do clima na agricultura? Descubra!

A gestão do clima e o monitoramento meteorológico são alguns dos exemplos de práticas que vêm sendo incorporadas pelos produtores com a finalidade de alcançar melhores resultados em suas lavouras. Contudo, muitas outras medidas podem ser adotadas para melhorar as condições de cultivo na agricultura.

Apesar de ser impossível controlar as condições climáticas, é fundamental saber como utilizar as previsões e projeções para se preparar para suas oscilações. Então, se você quer saber como fazer uma boa gestão do clima desde o pré-plantio até a colheita da safra, é melhor acompanhar o post até o final!

O que é a gestão do clima na agricultura?

Toda e qualquer atividade relacionada à agricultura depende das condições climáticas da região, além de aspectos como qualidade do solo e outros. Por isso, tentar ter um bom desempenho no campo sem considerar fatores como a quantidade de chuva, a umidade do ar e a incidência solar, assim como quaisquer outras particularidades naturais, é praticamente impossível.

Sendo assim, para ter um bom desempenho dos processos e resultados finais adequados, é fundamental que o produtor levante o máximo possível de informações sobre o ambiente em que a propriedade está inserida. Independentemente de ser de pequeno, médio ou grande porte, é isso o que vai permitir fazer uma boa gestão do clima na agricultura.

Como fazer a gestão do clima na prática?

Para que a gestão do clima na agricultura seja feita de forma satisfatória, é preciso se dedicar a um acompanhamento constante da previsão do tempo. Deve ser um cuidado rotineiro e que faz parte das atividades comuns da propriedade.

Essa é uma ferramenta indispensável para que o produtor possa fazer o planejamento das culturas, o seu monitoramento, a correção de variáveis, o controle de pragas e doenças e a colheita de qualquer lavoura. Isso é o que permite minimizar os efeitos negativos que os fatores climáticos podem exercer sobre as terras.

Você também pode usar essa solução para aproveitar melhor os recursos naturais disponíveis, fazendo com que as suas culturas sejam benéficas para o meio ambiente. Isso também é uma questão de sustentabilidade, o que pode reduzir consideravelmente os riscos de danificar o ecossistema, além de reduzir custos desnecessários com intempéries.

Como a atmosfera é dinâmica e oferece climas típicos para cada estação e região, é preciso entender como responder às mudanças que acontecem em lugares específicos. Assim, os produtores usam a gestão do clima para:

  • conhecer a quantidade de água disponível no solo, avaliando se são adequadas às plantas;
  • identificar a necessidade de irrigação a partir da incidência de chuvas ou reservas hídricas;
  • entender as condições de manejo de solos com pouca ou muita umidade;
  • saber as condições para tratamentos fitossanitários que demandam condições específicas;
  • estudar as condições de aplicação de defensivos, de acordo com a umidade do solo e do ar;
  • levantar as condições para colheita, incluindo o tempo seco e a baixa umidade do ar.

Fazer esse acompanhamento não é uma questão de capricho, mas de sobrevivência e do alcance de uma boa qualidade da lavoura.

Quais são os impactos e benefícios disso?

É claro que as atividades de gestão do clima na agricultura acabam impactando as culturas de diversas maneiras, e é o produtor quem se beneficia disso. O primeiro grande passo percebido é a qualificação do processo de tomada de decisão, que se torna mais estratégico. Mas ele não é o único.

A seguir, você poderá se aprofundar um pouco mais nas principais vantagens proporcionadas pela gestão do clima na agricultura.

Melhorias no planejamento

O planejamento é uma etapa fundamental para garantir uma boa produtividade em qualquer cultura. É preciso saber com antecedência quais serão as estratégias adotadas, quais são as necessidades do mercado que precisam ser atendidas e quais insumos devem ser usados para garantir produtos de qualidade. Ao acompanhar as tendências meteorológicas, o produtor pode prever condições sazonais relevantes para essa fase.

Redução de custos

Pagar as contas e gerar lucro são duas finalidades imprescindíveis dentro da agricultura. No entanto, para manter as finanças em dia, é preciso garantir bons resultados, e isso depende de um monitoramento meteorológico eficiente. Do contrário, com uma gestão ineficiente desses aspectos, cada centavo investido na safra pode, literalmente, ir por água abaixo.

Otimização do cultivo

Uma boa gestão do clima também pode ser útil para otimizar a produção. Isso porque ela ajuda a extrair o máximo potencial do solo e da própria semente, fazendo com que a colheita seja melhor a cada ano. Isso é importante não apenas para os resultados financeiros, mas também para aumentar a confiança dos trabalhadores que atuam diretamente no cultivo.

Aumento da produtividade

Com todas as vantagens que você viu até aqui, não é difícil prever que ocorre um aumento expressivo da produtividade quando a gestão do clima é realizada, não é mesmo? Quem se dedica a conhecer o espaço que está sendo utilizado para o plantio e as variáveis envolvidas na atividade, acaba realizando ajustes pontuais e tomando decisões mais inteligentes, seja para responder àqueles fatores que estão fora de controle, como o clima, ou mesmo se precaver.

Por que usar a tecnologia para fazer a gestão do clima?

O monitoramento meteorológico, junto de análises de padrões de séries históricas, são recursos que podem ajudar a realizar projeções quanto às condições climáticas. Isso auxilia a entender o que esperar do clima, além contribuir para medidas preventivas, seja de controle de pragas ou de enfrentamento de períodos de precipitação ou seca de intensa.

No entanto, essas e outras funcionalidades só são alcançadas com precisão por meio do uso de ferramentas tecnológicas, como sensores usados na propriedade e software elaborados, que cruzam os dados obtidos. Em outras palavras, a tecnologia é indispensável nesse processo preventivo.

A ADAMA pode ser a sua parceira nisso, já que é uma das maiores empresas de proteção de cultivos no mundo. A empresa conta com um vasto portfólio de produtos e serviços que têm por objetivo criar simplicidade na agricultura. Para isso, utiliza tecnologia de ponta para fazer mais e melhor com menos esforços.

Oferecendo alternativas inovadoras, para que os agricultores protejam suas lavouras e aumentem a produtividade, a ADAMA também busca contribuir efetivamente para o crescimento do país.

Como você viu ao longo deste conteúdo, a atividade agrícola não precisa ser algo apenas intuitivo e nem ficar completamente à mercê da natureza. É óbvio que o agricultor não pode controlar as condições climáticas, mas ele pode se antecipar a elas e realizar um bom planejamento, para não sofrer tão intensamente com as mudanças.

Que tal começar a fazer uso da tecnologia pra fazer a gestão do clima? Conheça o ADAMA Clima agora mesmo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.